• 1992 nasce Francisco Román Alarcón Suárez
  • 2006 chega às categorias de base do Valencia
  • 2010 estreia com o time principal do Valencia e marca dois gols na Copa do Rei
  • 2011 Málaga para multa rescisória, de 6 milhões de euros
  • 2012 Isco estreia na Champions marcando dois gols contra o Zenit
  • 2013 convocado pela primeira vez com a Espanha e o Real Madrid compra Isco por 30 milhões de euros

No sábado ele fez 2 dos 3 gols da Espanha na vitória sobre a Itália. A Fúria está com um pé na Copa do Mundo. O primeiro gol foi de falta: Isco conta aí…

Em sua primeira temporada como jogador do Real Madrid, fez 53 jogos: marcou 11 gols e deu 9 assistências. O então camisa 23 foi um dos 10 jogadores com mais minutos em campo e teve certo protagonismo. Conquistou sua primeira Champions. Na temporada seguinte, Isco esteve em campo também em 53 ocasiões, marcou 6 vezes, mas deu 14 assistências para gol. O malaguenho foi o sexto jogador com mais minutos da temporada.

Em 2015/16, esteve em campo em mais partidas, porém marcou menos (5 gols) e deu 12 assistências. Conquistou sua segunda Champions, porém o final desta temporada não foi bom para o jogador. Isco foi fora da Eurocopa da França. Zidane lhe deu minutos, mas o meia não respondeu à altura. O agora camisa 22 iniciou uma nova temporada com a incerteza de sua continuidade do clube. Até as quartas de final da Champions, tinha menos minutos que Fabio Coentrão na Liga dos Campeões.

Bale se lesionou e Isco soube aproveitar

Mas ele deu a volta por cima e terminou a temporada como o melhor jogador do Real Madrid. Só em 2017, marcou 9 gols e foi fundamental para as conquistas da Champions e da Liga Espanhola. Aproveitou a ausência de Bale, lesionado, para ser definitivamente titular.

A ponto de renovar seu contrato com o Real Madrid, Isco é hoje um indiscutível para a torcida do Real Madrid. Começou a temporada marcando na Supercopa da Europa e no mesmo nível que terminou a temporada passada. Voltou a ser convocado pela Espanha e hoje é o jogador que entusiasma os espanhóis. Os dois gols que marcou na vitória da Espanha sobre a Itália são a consolidação de Isco como um dos pilares da Fúria para a Copa do Mundo de 2018 (para a qual a seleção ainda não está classificada, mas falta pouco).

2017 começou sendo o grande ano de Isco e parece que vai terminar assim.

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here