A FIFA confirmou a punição aos dois principais clubes da capital espanhola ao rejeitar o recurso imposto pelos dois. Real Madrid e Atlético de Madrid não poderão inscrever jogadores em competição, nacionais e internacionais, até janeiro de 2018.

Os clubes da capital foram punidos pela FIFA por irregularidades na inscrição e contratação de jogadores menores de idade. Os dois clubes divulgaram comunicado não concordando com a punição e prometem recorrer ao TAS (Tribunal Arbitral Esportivo). Visto que o Barcelona foi punido pelo menos motivo em 2015 e precisou cumprir as duas janelas sem inscrever jogadores, tudo indica que os clubes de Madrid terão que cumprir a punição. Lembrando que a FIFA permite que os clubes contratem, mas não deixa os novos jogadores entrarem em campo com o novo clube.

Como Real Madrid e Atlético de Madrid poderão se reforçar em 2017?

A FIFA permite que os clubes punidos recuperem jogadores que emprestaram a outros clubes antes da decisão final. Ou seja, Real e Atlético poderão recuperar jogadores emprestados nas duas próximas janelas.

No caso do Real Madrid, que só fez uma contratação na janela que fechou agora em agosto, os jogadores que poderão retornar são:

  • meio-campo Marcos Llorente, que foi emprestado ao Alavés
  • atacante Borja Mayoral, que está emprestado ao Wolfsburgo
  • defesa Jesús Vallejo, que está no Eintracht Frankfurt
  • defesa Diego Llorente, que está atualmente emprestado ao Málaga
  • meio-campo Burgui, que está emprestado ao Sporting de Gijón
  • atacante De Tomás, que está no Valladolid

Além disso, o Real poderá subir jogadores do Real Madrid Castilla e recuperar outros 10 jogadores do time B que estão emprestados a outros clubes.

No caso do Atlético de Madrid, mais do mesmo. Os colchoneros poderão recuperar jogadores emprestados para reforçar o time em 2017. Simeone poderá contar com estes dez retornos:

  • Diogo Jota (Porto)
  • Vietto (Sevil
  • Kranevitter (Sevilla)
  • Manquillo (Sunderland)
  • Velázquez (Sporting de Braga)
  • Mensah (Vitoria Guimarães)
  • Santos Borré (Villarreal)
  • Werner (Boca Juniors)
  • Theo (Alavés)
  • Héctor (Albacete)

Oliver Torres, que está no Porto, termina o empréstimo no final de 2017, por isso só voltaria quando o Atlético já puder contratar. Os meninos do time B, como é o caso do brasileiro Caio Henrique, também poderão ser incorporados ao time principal no período da punição.

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here