Justamente na temporada que o Atlético de Madrid conseguiu manter o maior número que jogadores no seu elenco, o início não está sendo complicado. Dois jogos, dois empates. O Atlético estreou no Campeonato Espanhol com um empate jogando no seu estádio, ficou no 1×1 com o recém chegado à primeiro divisão o Deportivo Alavés. Na segunda rodada, outro que acaba de subir – e este pela primeira vez no seus 88 anos de história – e mais um tropeço.

O Atlético de Madrid foi o primeiro time a disputar uma partida da primeira divisão espanhola no Estádio Municipal de Butarque, a casa do Leganés. O time de Simeone, com apenas uma ausência (de Tiago), se deslocou para a cidade que está próxima à Madrid em busca da sua primeira vitória na La Liga. Com um time titular formado por Oblak; Juanfran, Savic, Godín, Filipe; Gabi, Augusto, Koke, Saúl; Griezmann e Gameiro; Simeone confiava nos seus homens fortes para somar os primeiros 3 pontos na competição. O jogo foi difícil para o Atlético, o Leganés soube se aproveitar das falhas do vice-campeão europeu para segurar o ataque ainda desajustado do Atlético. Serantes, o goleiro do Lega, foi uma verdadeira muralha e parou qualquer possibilidade do Atlético marcar no jogo.

Simeone fez as três alterações, tirou volantes e colocou atacantes. Torres, Carrasco e Gaitán entraram na segunda parte, mas a efetividade de gol colchonera parece seguir sendo o talão de Aquiles do time de Simeone. Nem Gameiro, nem Griezmann, nem Torres. Neste início de temporada o Atlético só tem um gol marcado por Gameiro, de pênalti, e em duas partidas o clube só somou dois ponto. E o mais preocupantes, os 4 pontos perdidos até agora foram para clubes que recém chegaram à primeira divisão do Espanhol.

Depois do final do jogo, Griezmann, que estreou hoje no Espanhol, falou até em rebaixamento se o time continuar assim:

Simeone tem sua pior estreia no comando do Atlético em uma edição do Espanhol. No ano passado foram duas vitórias, em 2014/15 um empate e uma vitória, em 2013/14 duas vitórias e em 2012/13 um empate e uma vitória. Agora, ele terá duas semana para reajustar seu Atlético. Mesmo se contar com vários jogadores que estarão com sua seleções, o técnico argentino terá que buscar uma solução. O Atlético volta a campo no dia 10 de setembro, contra o Celta de Vigo, fora de casa.

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here