Justamente na temporada que o Atlético de Madrid conseguiu manter o maior número que jogadores no seu elenco, o início não está sendo complicado. Dois jogos, dois empates. O Atlético estreou no Campeonato Espanhol com um empate jogando no seu estádio, ficou no 1×1 com o recém chegado à primeiro divisão o Deportivo Alavés. Na segunda rodada, outro que acaba de subir – e este pela primeira vez no seus 88 anos de história – e mais um tropeço.

O Atlético de Madrid foi o primeiro time a disputar uma partida da primeira divisão espanhola no Estádio Municipal de Butarque, a casa do Leganés. O time de Simeone, com apenas uma ausência (de Tiago), se deslocou para a cidade que está próxima à Madrid em busca da sua primeira vitória na La Liga. Com um time titular formado por Oblak; Juanfran, Savic, Godín, Filipe; Gabi, Augusto, Koke, Saúl; Griezmann e Gameiro; Simeone confiava nos seus homens fortes para somar os primeiros 3 pontos na competição. O jogo foi difícil para o Atlético, o Leganés soube se aproveitar das falhas do vice-campeão europeu para segurar o ataque ainda desajustado do Atlético. Serantes, o goleiro do Lega, foi uma verdadeira muralha e parou qualquer possibilidade do Atlético marcar no jogo.

Simeone fez as três alterações, tirou volantes e colocou atacantes. Torres, Carrasco e Gaitán entraram na segunda parte, mas a efetividade de gol colchonera parece seguir sendo o talão de Aquiles do time de Simeone. Nem Gameiro, nem Griezmann, nem Torres. Neste início de temporada o Atlético só tem um gol marcado por Gameiro, de pênalti, e em duas partidas o clube só somou dois ponto. E o mais preocupantes, os 4 pontos perdidos até agora foram para clubes que recém chegaram à primeira divisão do Espanhol.

Depois do final do jogo, Griezmann, que estreou hoje no Espanhol, falou até em rebaixamento se o time continuar assim:

Simeone tem sua pior estreia no comando do Atlético em uma edição do Espanhol. No ano passado foram duas vitórias, em 2014/15 um empate e uma vitória, em 2013/14 duas vitórias e em 2012/13 um empate e uma vitória. Agora, ele terá duas semana para reajustar seu Atlético. Mesmo se contar com vários jogadores que estarão com sua seleções, o técnico argentino terá que buscar uma solução. O Atlético volta a campo no dia 10 de setembro, contra o Celta de Vigo, fora de casa.

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.