A notícia já era conhecida, a novidade é a oficialidade. Vicente del Bosque deixa o comando da Seleção Espanhola após 8 anos. O técnico, que já havia anunciado sua decisão no ano passado, comunicou oficialmente sua decisão ao presidente da Federação Espanhola nesta manhã. De acordo com o comunicação, Del Bosque deixa o comando da Espanha mas não a Federação. Ele deve assumir como assessor da presidência, mas o cargo ainda não foi confirmado. O Federação se referiu a ele como “patrimônio do futebol espanhol”.

Vicente del Bosque assumiu a Seleção Espanhola em 2008, após a demissão de Luis Aragonés. Pegou uma seleção campeã europeia e conseguiu manter o nível. Com Del Bosque no comando, a Fúria conquistou a Copa do Mundo de 2010 e a Eurocopa de 2012. A situação do técnico no comando da Espanha começou a cambalear em 2014, após a precoce eliminação da seleção da Copa do Mundo do Brasil. Agora, após ser eliminada da Eurocopa 2016, a situação ficou insustentável.

O novo técnico da Seleção Espanhola ainda não foi anunciado, mas o nome mais forte para assumir o cargo é o de Joaquín Caparrós. De acordo com informações da imprensa de Madrid, a Federação busca um técnico que esteja livre e que possa assumir o cargo de imediato. A Espanha volta à campo em setembro, quando estreia nas eliminatórias para a Copa de 2018.

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here