Quando o Barcelona se sente à vontade em campo é muito complicado vencer o time catalão. Aqueles que conseguiram enfrentar, ainda que por um tempo, os culés no Camp Nou saíram pressionando e obrigaram o Barcelona a reagir. Não foi o caso da partida de hoje. O Valencia nem apareceu.

Gary Neville colocou o time para defender. Com uma linha de quatro e outra de cinco, o Valencia saiu se defendendo e, claro, deixando espaços que foram muito bem aproveitados pelos jogadores do Barcelona. Messi, Neymar e Luis Suárez começaram como gostam, podendo encaram os adversários frente à frente e fazer o que sabem bem: marcar. Suárez abriu o placar aos 7 minutos e assinou o doblete minutos depois. Neymar deixou três ou quatro no chão e Messi deixou o dele ainda antes dos 30 minutos de jogo. Neymar também poderia ter marcado, não fosse o pênalti perdido.

Na segunda parte, já buscando não se desgastar, o Barcelona diminuiu a intensidade e deixou o Valencia até ficar com a bola, por alguns minutos. Os visitantes já estavam com um jogador a menos, Mustafi foi expulso no pênalti marcado no fim do primeiro tempo, e segurar o trio do ataque culé ficou ainda mais difícil. Antes dos 15 do segundo tempo, Messi também chegou ao doblete na partida e aos 30 marcou o terceiro. O Valencia não foi capaz de reagir, nem a entrada de Cheryshev – sim, aquele do Real Madrid – deu novos ares aos ches. Antes do jogo terminar, Suárez ainda marcou mais dois. Três de Messi, quatro de Suárez e 7×0 no placar.

Com o resultado, o Barcelona está praticamente na final da Copa do Rei de 2016. O Valencia precisa operar um verdadeiro milagre no Mestalla para eliminar o Barcelona da Copa. Missão impossível!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.