O Barcelona está proibido de incorporar novos jogadores até janeiro de 2016, mas isso não impede o time de contratar. Arda Turan foi anunciado como novo reforço culé pelo Barça, mas como o clube está em pleno processo eleitoral, o negócio ainda não é 100% certo.

O Atlético de Madrid deu adeus a um de seis ícones das últimas temporadas. Arda Turan deixou o clube rojiblanco para vestira a camisa do Barcelona por 34 milhões de euros. O Barça, que não pode inscrever nenhum jogador novo até janeiro de 2016 devido a uma punição imposta pela FIFA, contratou o jogador, mas ele ainda pode voltar para o Atlético.

 

Os culés anunciaram a contratação, que foi aprovada pela Junta Gestora do clube, o conselho de administração. O Barcelona terá novo presidente na próxima temporada e, portanto, caberá ao novo presidente decidir se fica com o jogador ou não. O negócio está feio, mas pode dar origem a um novo negócio. Se o novo presidente não quiser o jogador – que foi contratado a pedido do técnico Luis Enrique – Arda voltará a ser do Atlético de Madrid e os colchoneiros terão que pagar 30,6 milhões pelo jogador. Ou seja, se o Barça não ficar com Arda terá gastado 3,4 milhões na transação. A definição final se Arda fica ou não no Barcelona sairá no dia 20 de julho.

Se Arda ficar no Barcelona só estreará em janeiro. Resta saber se ele ficará sem jogar alguns meses ou se ele será emprestado durante este tempo.

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

1 Comentário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.