O Atlético de Madrid deixou o top 3 do Campeonato Espanhol. O time de Simeone empatou com o Espanyol e deu espaço para o Valencia assumir a terceira colocação na Liga. O time de Nuno venceu o Deportivo e chegou aos 57 pontos, uma a mais que o Atlético depois do 0x0 em Barcelona.

 

Nas últimas temporadas é difícil não ver o Atlético de Madrid entre os três primeiros da Espanha. Na última temporada, com a conquista do campeonato espanhol e o vice da Liga dos Campeões, os colchoneros se colocaram como o terceiro time mais importante da Espanha. O fôlego interminável de seus jogadores e a filosofia do jogo a jogo de Simeone elevaram o clube a um dos grandes. Esta temporada isso permanece, mas com menos força.

[rpi]

 

Jogadores deixaram o Atleti, outros chegaram e o time não é o mesmo. Não decepciona, mas também não encanta. Começou a temporada com tropeços, se recuperou, mas agora está jogando com o que pode. Pensando em seguir vivo na Liga dos Campeões e lutando para ser terceiro da Liga (o título só com um milagre), Simeone está montando o time com as peças que tem. Contra o Espanyol jogaram os que estavam disponíveis, mas com a expulsão de Miranda, ainda no primeiro tempo, o time não conseguiu se impor.

 

Ocupando a quarta colocação da Liga, com 56 pontos, o Atlético de Madrid agora só pensa em seguir às quartas de final da Liga dos Campeões. Os colchoneros precisam remontar contra o Bayer Leverkusen para seguir sonhando com mais uma final da Champions.

 

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.