A Copa do Mundo de 1974 foi o última Copa sem a presença de seleção espanhola. De 1978 até a conquista do mundial em 2010, a Espanha esteve em todas as edições da Copa do Mundo.

 

A Copa de 1974 foi a décima edição do torneio. O país escolhido para sediar o mundial foi uma das a Alemanha Ocidental, na época das duas Alemanhas. As dezesseis seleções que participaram do mundial foram:

  • 9 europeias – Alemanha Ocidental, Alemanha Oriental, Iugoslava, Escócia, Holanda, Suécia, Bulgária, Polônia e Itália;
  • 5 americanas – Chile, Brasil, Uruguai, Argentina e Haiti;
  • 1 africana – Zaire;
  • 1 oceânica – Austrália.

 

A atração da Copa de 74 foi a Holanda, a laranja mecânica de Johan Cruijff. Desde o começo do campeonato, o Carrossel Holandês partiu como favorito e encantou o mundo com sua forma de jogar, na qual os jogadores tracavam constantemente de posições e tocavam a bola inúmeras vezes até chegar ao gol. A Holanda chegou à final, depois de eliminar a Argentina, a Alemanha Oriental e atual campeão, o Brasil. Seu rival foi a seleção da Alemanha Ocidental, os donos da casa. O Estádio Olímpico de Munique recebeu mais de 75 mil pessoas para ver a Alemanha Ocidental virar o placar após sair perdendo e vencer a Holanda por 2×1. Franz Beckenbauer levantou a taça do segundo título da Alemanha Ocidental.

 

Seleção Espanhola de 1974

 

A Espanha não foi à Copa de 74. Ladislao Kubala, um mito do futebol espanhol era o treinador. Seu otimismo proporcionou m grande ambiente no país e a esperança de estar no mundial. Para ir à Alemanha a Espanha precisava superar Iugoslávia e Grécia. Na primeira partida das eliminatórias um 2×2 contra a Iugoslávia. No segundo jogo a vitória de 3×2 sobre a Grécia e no terceiro 3×1. No quarto um empate em 0x0 contra a Iugoslávia. A Espanha dependia portanto do resultado do jogo entre Iugoslávia e Grécia. Se os iugoslavos perdessem, empatassem ou ganhassem por um gol de diferença, a Espanha estaria na Copa. 4×2 para a Iugoslávia e, pelo saldo de gol, haverá terceiro jogo para saber quem vai ao mundial. Espanha x Iugoslávia vão à França para decidir quem disputará a Copa de 74. A Fúria perde por 1×0, com um gol que os espanhóis nunca esquecerão de Katalinski, e se despede do sonho da Copa.

 

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.