A ressurreição do Atlético de Madrid. 2013 foi um ano mágico para os colchoneros. Volta à Liga dos Campeões, conquista da Copa do Rei no Santiago Bernabéu vencendo o Real Madrid e, para terminar, a briga pela liderança do Campeonato Espanhol. Sem dúvida, os colchoneros não esquecerão 2013.

Atleti em busca de um 2014 perfeito

Simeone foi a grande estrela do clube neste ano. El Cholo trouxe de volta o espírito guerreiro do Atleti e colocou o time entre os grandes da Espanha e da Europa. Com um elenco bom, mas longe do nível de Barcelona e Real Madrid, o Atlético se impôs. Os jogadores assimilaram profundamente a filosofia de ‘jogo a jogo’ de Simeone e cumpriram com tudo que lhes foi solicitado.

  • A recuperação, ainda que não 100% de David Villa, e sobretudo a explosão de Diego Costa fizeram do ataque colchonero um dos mais temidos.
  • Gabi e Koke destacaram no meio e Juanfran e Filipe Luis seguraram bem nas laterais.
  • Courtois foi um dos melhores goleiros do ano e, junto com Miranda e Godín, foram a defesa menos vazada.
  • Arda Turan fez um ano magnífico, sendo a referência do time junto com Diego Costa no segundo semestre.

Enfim, em 2013 tivemos um Atleti quase perfeito. Mas os torcedores querem mais. Muitos assinariam em baixo agora para que o clube tivesse um 2014 tão bom como este 2013. Outros acreditam que podem ter mais. O time mostrou que merece confiança, así que, a por um 2014 aún más colchonero.

COMPARTIR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.