O Real Madrid começou a temporada somando vitórias e mais vitórias. Foram seis partidas oficiais vencendo. Até a 4ª rodada do Campeonato Espanhol, no dia 18 de setembro, o Real não sabia o que era perder pontos. Mas isso é passado. Nas últimas quatro partidas, quatro empates. O primeiro tropeço foi com o Villarreal, depois o Las Palmas, logo o Borussia Dotmund e agora o Eibar. É verdade que o Real Madrid ainda não perdeu nestas dez partidas oficiais, mas ao que se devem os quatro empates? Por que esta queda de rendimento do time?

O primeiro apontado como o grande ausente e principal desfalque do Real Madrid é Casemiro. Desde que o brasileiro deixou de estar à disposição, em função de uma lesão, o Real Madrid não voltou a vencer. A última vitória do Real foi justamente a última partida de Casemiro antes da lesão. Sem o volante, único com características defensivas do Real, o time perdeu o poder de desarme. Casemiro é o jogador com melhor média de roubo de bola do Campeonato Espanhol e sem ele o time não consegue sem manter com a mesma qualidade defensiva. Com Casemiro no time, o Real havia sofrido 6 gols em 6 jogos. Sem Casemiro já são outros 6 gols sofridos nas últimas 4 partidas.

Depois Cristiano Ronaldo. O português começou a temporada se recuperando de lesão e só estreou na terceira rodada do Espanhol. Sem Cristiano, o Real Madrid não tem um jogador que marca a diferença, pelo menos em quanto aos gols. Em dez jogos oficiais, Sergio Ramos, Asensio e CR7 dividem a artilharia do time com 3 gols. Outros 10 jogadores também marcaram nestes primeiros jogos. De acordo com um dos especialistas em estatísticas do futebol espanhol, Pedro Martín, este é o pior início de temporada de Cristiano Ronaldo, desde que chegou ao Real, em número de gols marcados até a 7ª rodada do Espanhol. Em 2009/10 foram 5 gols, em 2010/11 outros 5, em 2011/12 foram 7, em 2012/13 ele marcou 8, em 2013/14 foram 6, em 2014/15 a soma foi de 13, em 2015/16 de 5 e agora é de 1 gol.

E por último as lesões e a falta de intensidade. Além de Casemiro, o Real Madrid também perdeu Marcelo nas últimas rodadas e nesta última Luka Modric. Sem poder contar com estes três titulares, Zidane tem feito mudado bastante a cara o time, mas pelo resultados podemos constatar que ainda não encontrou uma solução. Depois do última empate com o Eibar, Zidane mencionou a falta de intensidade do time nas últimas partidas, mas não acredita que isso esteja vinculado à problemas físicos do time. Lembrando que o Real Madrid contratou um novo preparador físico no início desta temporada, mas o trabalho de Antonio Pintus ainda não é questionado por aqui.

COMPARTILHAR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA