Grande e imponente. É impossível imaginar que uma área quase completamente residencial do bairro de Islington abriguem uma obra magnânima como é a do estádio do Arsenal

Emirates Stadium, Estádio do Arsenal

Para ver toda a circunferência do Emirates Stadium você leva, pelo menos, uns 15 minutos. Tudo é enorme, gigantesco.

Emirates Stadium, Estádio do Arsenal

Quando fomos conhecer o estádio, agora em 2013, o tour não conta com guia, você compra a entrada e eles te entregam um guia virtual. Com este aparelho você vai caminhando pelo estádio e escuta histórias sobre cada parte dele. O bom é que está em várias línguas.

Emirates Stadium, Estádio do Arsenal

O campo do Emirates é muito bem cuidado. O estádio é novo e isso facilita. A grandiosidade chama atenção também dentro. O Emirates é o segundo maior estádio da Inglaterra, com mais 60 mil lugares. Por todo o estádio, em uma faixa no meio das arquibancadas, estão os anos e os troféus conquistados pelo clube.

Emirates Stadium, Estádio do Arsenal

O vestiário é milimetricamente pensado, Arsène Wenger participou diretamente da construção do local.

Emirates Stadium, Estádio do Arsenal

Em um dos fundos, uma lembrança do antigo estádio de Highbury, o relógio, batizado de The Clock End.

Emirates Stadium, Estádio do Arsenal

O Highbury, antigo estádio do Arsenal, está bem pertinho do antigo. Em outro post falaremos dele ou o que sobrou dele.

Dica do Efeito Fúria – Emirates Stadium

Vale visitar o estádio, pela história do clubs e pela belleza do local. O metrô mais próximo do Emirates é o Arsenal, linha Picadilly. O preço do tour rondas as 17 libras e as entradas podem ser compradas no estádio mesmo ou pelo site do clube.

Para comprar entradas com desconto você pode acessar a plataforma Ticketbar.

COMPARTILHAR
Jornalista, gaúcha e apaixonada por futebol espanhol. Em Madrid desde 2011, edita o Efeito Fúria especialmente para os loucos por futebol espanhol que querem acompanhar tudo que acontece na Espanha.

SEM COMENTÁRIOS